Início » Ecommerce » A Recomendação com exposição de imagens e vídeos

A Recomendação com exposição de imagens e vídeos

Autor

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

A recomendação com exposição de imagens e vídeo
Para Toni e Schuler (2007), um dos principais instrumentos do pensamento humano são as imagens mentais, através das quais se representa o mundo, para poder refletir sobre os seus objetos, mesmo que eles não estejam presentes. As imagens constituem um dos materiais intelectuais mais importantes do homem, sendo capazes de influenciar e direcionar o seu comportamento. Assim, completa os autores: “a imagem que o consumidor tem de um produto influencia fortemente sua decisão de compra. É através dessa imagem que ele vai pensar no produto, durante seu processo de decisão”. Esta imagem de produto que a mente do consumidor irá gerar, será resultado das impressões que o consumidor recebe de muitas fontes (Dobni e Zinkhan 1990; Stern et al. 2001, citados por Toni e Schuler 2007).

Mas estas imagens são mentais. Uma destas fontes advém dos comentários dos outros consumidores sobre determinado produto exposto em uma das páginas da loja virtual. Estes comentários são palavras e estas têm o poder de evocar também sentimentos nos leitores. Porém, se incorporar imagens reais dos produtos nos comentários, torna o processo de imaginação ou elucidação mais rápido.

As imagens dos produtos adquiridos, expostas pelos utilizadores em suas avaliações, dão uma impressão importante para que os novos consumidores criem uma posição mental o mais próximo do real para aquele determinado produto visto numa loja virtual. Numa forma de aproximar o abstrato ao tangível nesta barreira imposta pela compra virtual, através das exposições das imagens e vídeos. Além de que, Felipe Morais (2012) argumenta, com base em estudos, que vídeos sobre o produto e sua utilização aumentam em 30% as vendas.

O que vem sendo adotado nas lojas virtuais como “eBay.com” e “Amazon.com”, como recomendação através da avaliação dos utilizadores, é a avaliação dos consumidores sobre determinado produto adquirido com um comentário de texto e classificação de pontuação numa “escala de Likert”. Mas outros como “Dealextreme.com” e “Lightinthebox.com” permitem ainda a anexação de imagens do respectivo produto adquirido:

 recomendacao com exposicao de imagens

Recomendação com exposição de imagens. Fonte: Lightinthebox.com

Após o utilizador ler o comentário, pode clicar nas imagens postadas pelo antigo utilizador para vê-las ampliadas:

visualizacao ampliada da imagem da recomendacao

Visualização ampliada das imagens da recomendação. Fonte: Lightinthebox.com

O utilizador pode visualizar todas as imagens postadas pelo antigo utilizador, auxiliando a elucidar o produto em interesse.

Outras lojas virtuais permitem ainda que seus consumidores disponibilizem, para além de imagens, vídeos dos produtos adquiridos como forma de recomendação a novos consumidores na página de descrição do produto:

recomendacao com exposicao de video

Recomendação com exposição de vídeo. Fonte: Dealextreme.com

Após o clique nas imagens que correspondem ao vídeo na página do produto em descrição, o utilizador irá para uma página exclusiva da loja virtual para que possa ver com clareza a reprodução do respectivo vídeo:

visualizacao do video da recomendacao

Visualização do vídeo exposto na recomendação. Fonte: Dealextreme.com

Schafer et al. (s.d.) avaliam as oportunidades no comércio eletrônico face aos sistemas de recomendação e afirmam que “os sistemas de recomendação atuais apenas usam um pequeno subconjunto da informação disponível sobre o consumidor ao criar as recomendações”. Esta exposição de vídeos sobre o produto permite demonstrar que tipo de produto se trata e sua utilidade, assim como melhor pode fazer identificar que o respectivo produto é semelhante a outro que tinha sido procurado anteriormente ou muitas outras coisas.

Como se é visto, por parte dos utilizadores, a atual estratégia de recomendação adotada nos sites de comércio eletrônico? A resposta pode ser encontrada aqui.

__________________

Referências:

DOBNI, D., & ZINKHAN, G. M. (1990). In search of grand image: a foundation analysis. Advances in Consumer Research, 17(1), 110-119.

MORAIS, Felipe. (2012). Como aumentar vendas sem mídia online?. Web Contexto. http://www.webcontexto.com.br/midias-sociais/como-aumentar-vendas-sem-midia-online/, [Acessado em 18 de Junho 06 de 2012].

TONI, D. de & SCHULER, M., (2007). “Gestão da imagem: desenvolvendo um instrumento para a configuração da imagem de produto”. Revista de Administração Contemporânea. Versão on-line. Vol. 11. Nº 4. Curitiba. Disponível em http://dx.doi.org/10.1590/S1415-65552007000400007, [Acessado em 03 de Abril de 2012].

SCHAFER, J. Ben; KONSTAN, Joseph; RIEDL, John. (s.d). Recommender Systems in E-Commerce. University of Minnesota. Minneapolis.

STERN, B., ZINKHAN, G. M., & Jaju, A. (2001). Marketing images: construct definition, measurement issue, and theory development. Marketing Theory, 1(2), 201-224.

Se você gostou deste artigo, cadastre seu e-mail no link abaixo para receber as atualizações exclusivas deste blog:
Subscribe to E-Commerce Addiction by Email

Anúncios

1 Comentário

  1. […] artigo “A Recomendação com exposição de imagens e vídeos”, que exponho um dos principais tópico de minha Dissertação de Mestrado, tenho falado da […]

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

%d blogueiros gostam disto: